Archive for fevereiro \26\UTC 2009

Faço das músicas as minha palavras

As vezes uma música fala mais do que mil palavras. Fala aquilo que nem de longe nós falariamos com tal intensidade. Então deixe que elas falem por mim.

Espera aí,
Nem vem com essa história
Eu nem quero ouvir
Não dá pra te esquecer agora
Como assim?
Você disse que me amava tanto ontem
Eu juro que ouvi
Calma aí!
Que diabo você tá dizendo agora?
Que onda é essa de outro lance pra viver?
Você nem pode tá falando sério
Vivi pra você
Morri pra você
Pois então vai
A porta esteve aberta o tempo todo, sai
Quem ta te segurando? Você sabe voar. Vai, a porta na verdade nem exite. Sai! O que está esperando? Você sabe voar.
Então tá bom
É, senta e conta logo tudo devagar
Não minta, não me faça suportar
Você caindo nesse abismo enorme
Tão fora de mim
Tá legal
É, e eu faço o quê com a nossa vida genial?
Cê vai viver pra outra vida
E eu fico aqui
Na vida que ficou em minha vida
Tão perto de mim
Tão longe de mim
Pois então vai, a porta esteve aberta o tempo todo
Sai! Quem tá lhe segurando? Você sabe voar
Mas se quiser, vai
A porta na verdade nem existe, sai
O que está esperando? Você sabe voar

                                              (Fábio Jr.)

Anúncios

Musicas que falam.

 Sabe aqueles dias que você quer dizer tudo que pensa, tudo que sente? Mas você não é corajosa o suficiente para dizer, muito menos pra assumir o que sente? Então ouve uma música…e de uma forma simples elas dizem tudo aquilo que você quer falar.

Esse é um desses dias. Quero falar. Quero expressar. Mas prefiro deixar que as músicas digam por mim. Então me calo e ouço no fundo uma música que musica2diz exatamente o que eu quero dizer. De uma forma tão simples e verdadeira, como se eu mesma tivesse a escrito, ou se tivesse sido feita pra dizer por mim.

“A grande sabedoria dos homens é saber se calar quando não se sabe ao certo os resultados que suas palavras vão provocar.”

Então que a sabedoria da arte diga por mim aquilo que prefiro guardar.

Te vejo errando isso não é pecado

Exceto quando faz outra pessoa sangrar

Te vejo sonhando, e isso dá medo Perdido num mundo que não dá pra entrar

Você está saindo da minha vida

E parece que vai demorar

Se não souber voltar ao menos mande notícia Você acha que sou louca mais isso vai se encaixar

To aproveitando cada segundo

Antes que isso aqui vire uma tragédia

E não adianta nem me procurar em outros timbres, outros risos Eu estava aqui o tempo todo só você não viu

Você está indo e vindo tudo bem

Dessa vez eu já vesti minha armadura

E mesmo que nada funcione, eu estarei de pé, de queixo erguido Depois você me vê vermelha e acha graça

Mas eu não ficaria bem nem na sua estante

To aproveitando cada segundo

Antes que isso aqui vire uma tragédia E não adianta nem me procurar em outros timbres, outros risos

Eu estava aqui p tempo todo só você não viu

Só por hoje não quero mais te ver

Só por hoje não vou tomar minha dose de você Cansei de chorar feridas que não se fecham, não se curam

E essa abstinência uma hora vai passar.